Escolha uma Página

Em vários países, incluindo o Brasil, existe um sonho muito comum em uma grande parcela de sua população. Ter seu próprio negócio, não ter chefe, ser dono da sua própria geração de renda…. Este é um dos objetivos que muitas pessoas buscam alcançar em algum momento em suas vidas.

Porém, para tornar o sonho em realidade, é preciso de muito esforço, dedicação e planejamento. Além, é claro, um pouco de organização de alguns processos e estruturas formais.

Um processo importante para abertura do próprio negócio, o primeiro passo para a realização desse sonho, é a criação de um CNPJ – Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica. Esse cadastro é realizado junto a Secretaria da Receita Federal do Brasil, uma autarquia do Ministério da Fazenda. Esse cadastro, com 14 dígitos, será a identificação exclusiva da sua empresa perante todos os órgãos no pais.

Mas, quais são as vantagens de abrir um CNPJ e não prestar serviço como pessoa física? Podemos listar as 10 principais razões para abrir um CNPJ:

É mais fácil abrir uma conta bancária – como pessoa jurídica, temos uma facilidade em abertura de conta em instituições financeira, além de produtos diferenciado, como: acessos múltiplos a contas, emissão de boletos e apoio a gestão financeira.

Empresas contratantes não pagam INSS – ao emitir notas fiscais como pessoas física, as empresas contratantes precisam reter alguns impostos na fonte de pagamento, diminuindo assim o recebimento pelo serviço prestado. Como pessoa jurídica, não existe retenção de impostos na fonte para prestadores de serviços, sendo assim o valor contratado é o valor recebido;

Pagar menos IR – como pessoa física, pagamos imposto de acordo com a tabela da receita federal, que pode ir de 7,5% a 27,5% sobre o faturamento do prestador de serviço, de acordo com a receita recebida no ano. Como pessoa jurídica, a empresa pode pagar, em média, de 6% a 16%, dependendo do enquadramento tributário da empresa (no caso de Microempreendedor Individual – MEI – é isento até o faturamento de R$ 60 mil reais por ano);

Emissão de notas fiscais – com a abertura de um CNPJ a emissão de notas fiscais é facilitada, basta a solicitação do software de notas fiscais digitais, onde tudo fica a poucos cliques de distância. Ou, até mesmo, a confecção de um bloco de notas físicas (papel), junto a uma gráfica de sua cidade. Como pessoa física, o processo é mais lento, com o deslocamento na prefeitura de sua cidade a cada emissão de nota fiscal;

É mais fácil conseguir crédito – as pessoas jurídicas possuem linhas de créditos que não são disponibilizadas para pessoas físicas, como capital de giro, financiamento de veículos, imóveis e maquinários. Além de linhas de créditos diferenciadas, as taxas ofertadas para empresas costumam ser consideravelmente menores em relação a pessoa física;

A assistência médica é mais barata – pessoas jurídicas contam com desconto médio de 30% na contratação de assistência médicas, além de facilidade de contratação, extensão a dependentes e acessos a assistências exclusivas;

Cobertura Previdenciária – como pessoas jurídica, contamos com a cobertura previdenciária incluída nos impostos para o INSS que pagamos. Podemos evidenciar os benefícios com: seguro desemprego, assistência de saúde, aposentadoria por invalidez ou por idade, além da pensão por morte para o cônjuge;

Contrate pessoas – como pessoa jurídica, podemos contratar pessoas para nos ajudar em nossas atividades, como assistentes comerciais, financeiros ou auxiliares;

Segurança jurídica – uma razão muito importante para abrir um CNPJ é a segurança da separação entre personalidade física e jurídica. Com a abertura de uma empresa, ela ganha sua personalidade própria, onde a empresa é responsabilizada por seus atos, até o limite de seu capital social. Como pessoa física você precisa garantir as operações com seu patrimônio pessoal;

É mais fácil encontrar trabalho e oportunidades – como prestador de serviço pessoa jurídica, é mais fácil encontrar oportunidades. Com a emissão de nota, a contratação não é feita por CLT, sem os custos para o contratante com INSS, FGTS, férias e 13º salário, diminuindo assim o valor total de despesas para o contratante;

Caso você decida por participar desse mundo de empreendedorismo, que é cheio de oportunidades, desafios e muita satisfação, é imprescindível que busque ajuda de profissionais para apoiá-lo. Busque um profissional de confiança com uma ótima equipe, prestativa e eficiente. E se pensar em iniciar com uma prestação de serviço, não deixe de buscar um Escritório Virtual para usar como endereço fiscal.

Você já havia pensado em registrar um CNPJ ? O que achou do conteúdo apresentado?

Deixe seu comentário !